Textosvoltar    

Reações diante da morte

 

Diante da morte de uma pessoa querida, as reações podem surgir imediatamente ou, como muitas vezes ocorre, demorar dias, talvez semanas. A morte de uma pessoa querida tem força para alterar os dinamismos psíquicos e emocionais daquelas às quais ela era próxima. 
 
Durante o luto, todas as dimensões de uma pessoa podem ser afetadas: física, emocional, religiosa, intelectual e social. O corpo inteiro ressente-se e os problemas propagam-se ao redor. 
 
Fisicamente: problemas no aparelho digestivo, circulatório, nervoso e glandular, de modo geral. Mais especificamente: dores no peito, na cabeça, falta de ar, taquicardias, insônia, perda de apetite, fraqueza, falta de desejo sexual, etc. 
 
Emocionalmente: aqui surgem as maiores dificuldades. Os sentimentos e as emoções sofrem mudanças. Como reação de defesa, diante de acontecimento traumatizante e inesperado que provoca impacto, aparecem o aturdimento, o pânico e a incredulidade. “Não é possível!”, ou a rejeição, a raiva, a culpa, o ressentimento, a ansiedade, a tristeza prolongada com choro, e depois, a solidão procurada, a depressão, etc. 
 
Mentalmente: dificuldade de concentração, falta de perspectivas, insistência na busca da pessoa falecida, que se faz com ansiedade, procurando a presença e a proximidade imaginárias nos “seus pertences”, em visitas ao seu túmulo, nos sonhos, em alguma mensagem dela supostamente ouvida, na sensação de que ela está bem. Há, contudo, quem prefira evitar tudo isso pelo sofrimento que traz. 
 
Espiritualmente: a morte pode levar ao questionamento de uma fé imatura, ingênua e até interesseira. Também pode purificar essa fé. Não raramente, provoca um afastamento de Deus e sua rejeição. 
 
A morte também traz a consciência da própria finitude da realidade humana, de nossa vulnerabilidade, de como é precária a nossa estabilidade. Leva-nos a perder a “ilusão da imortalidade”, faz estremecer o nosso chão. Ela ainda revela como os seus “golpes” nos deixam vazios e desnudos. Socialmente: quando alguém morre, morre um pouco do coração de quem o amava. A morte pode causar ressentimento contra os demais, contra os mais achegados, contra quem deseja ajudar e até mesmo contra a pessoa falecida, quando ela própria foi a causa de sua morte. Para quem fica, incomoda o riso e a continuidade da vida. Às vezes, aquele que sofre sente mal-estar porque os outros que possuem aquilo que lhe foi tirado, não valorizam isso; porque, “quando mais precisávamos, ninguém apareceu”. 
 
Surge, então, a vontade de não fazer parte de nada, de isolamento social, de fazer-se passar por vítima... 
 
A essas reações poderíamos acrescentar outras atípicas, como constante negação, fixação, regressão, somatização, absurda racionalização, identificação com a pessoa falecida... 
 
Eis o desafio: não se assustar. Dar tempo ao tempo. Integrar as reações à morte, trabalhá-las positivamente e voltar à normalidade. Renascer no luto Mateo Bautista – Nora e Daniel Sitta 
 
A morte, sobretudo de uma pessoa muito próxima, repercute profundamente em cada um de nós. As relações mais íntimas são abaladas e é preciso muito esforço para que os traumas sejam superados, de modo a deixarem de ser obstáculo para se transformarem em oportunidades de crescimento na vida. 
 
Os autores, um jovem casal afetado pela morte acidental de uma filhinha, ajudados por um sacerdote habituado a lidar com a morte, falam de sua experiência e das importantes lições que dela tiraram e que podem ajudar a todos que passam pelas mesmas dificuldades. Partem da idéia simples e profunda de que as pessoas, mesmo as mais íntimas, não nos pertencem e de que estamos todos inteiramente submissos à vontade de Deus. Recorrem a muitos textos poéticos e literários, verdadeiras mensagens que irão tocar profundamente, especialmente quem passa pela experiência de um luto doloroso e sofrido. 

 


Warning: mysql_select_db() expects parameter 2 to be resource, boolean given in /home/entesque/public_html/view/layout/home.php on line 69

Warning: mysql_fetch_object(): supplied argument is not a valid MySQL result resource in /home/entesque/public_html/config/funcoes.php on line 15

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/entesque/public_html/config/funcoes.php on line 18