Mensagensvoltar    

Para todas as mães

 

Para todas as mães, cujos filhos retornaram à verdadeira Pátria 
 
Mamães queridas, tão somente com o objetivo de alertá-
las sobre a continuidade da vida. Hoje muitos filhos
matriculados nas escolas da espiritualidade em uníssono
desejo de serenar as suas almas sofridas, buscam
nestas palavras rápidas chamá-las à realidade maior, 
“estamos mais vivos do que nunca!”.
 
Aqui, mamães, a saudade também está presente em 
nossos corações, é como se estivéssemos num outro
país, com dificuldades de comunicação. Vocês sabem 
quais são os maiores empecilhos? O pranto 
descontrolado, as recordações tristes e a incerteza do
reencontro e, para todos estes empecilhos, trouxemos
uma resposta.
 
- O pranto será aliviado quando a mamãe se dispuser a
enxugar as lágrimas dos pequeninos famintos. Aquela
mãozinha estendida, aquele corpinho esquálido pela dor
do abandono, poderá também, ser aquecido pelo carinho
e afeto, outrora despendidos ao filho que partiu: pela
capacidade de amar que existe no coração materno.
 
- O pranto será aliviado quando o coração compreender
que somos na terra os filhos diletos, mas não os filhos
eternos, considerando-se as verdades do processo
reencarnatório.
 
- As recordações tristes representam as traças
adormecidas dentro dos armários que, iluminadas pelo
calor da caridade desprendem-se das roupas guardadas,
que aquecerão outros corpos que tiritam de frio, nas 
noites mal dormidas ao relento.
 
- As incertezas do reencontro enraízam-se pela falta de
fé. Como já dissemos, todos fazemos parte do mesmo
contexto, e, quantas vezes não nos reencontramos? Não
importam quais foram os laços afetivos. Busquem no “O 
Livro dos Espíritos” as respostas sábias e verdadeiras 
sobre a reencarnação.
 
Por isso, corações queridos, mães, pais, avós, irmãos e
amigos de muitas caminhadas, confiem e trabalhem para
que a tristeza não seja o empecilho que os incentive aos
braços cruzados, quando o “Nosso Modelo” depois de
nos deixar as Suas lições belíssimas de amor, também 
sentiu no coração a dor da separação, do abandono e
das injúrias, mas seguiu cambaleante até o Gólgota, sob 
o peso do madeiro, pediu ao Pai que perdoasse a todos
e encerrou a luta na carne, mas de braços abertos.
 
Amamos a todos os participantes desta oficina do Cristo,
que nos dá a oportunidade de gritarmos bem alto aos
seus corações.
 
Estamos vivos!!! 

 


Warning: mysql_select_db() expects parameter 2 to be resource, boolean given in /home/entesque/public_html/view/layout/home.php on line 69

Warning: mysql_fetch_object(): supplied argument is not a valid MySQL result resource in /home/entesque/public_html/config/funcoes.php on line 15

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/entesque/public_html/config/funcoes.php on line 18